18:32

A Ferrari exclusiva de Eric Clapton

Conheça a Ferrari que mescla modelos criando um design original, feita exclusivamente para o lendário guitarrista Eric Clapton.

A Ferrari oferece a opção de personalizar todos os carros que vendem, contanto que você tenha o cacife para bancar isso. Mas se isso não é problema, como para a lenda da guitarra Eric Clapton, e você é um cliente preferido da Ferrari, você pode ir ainda mais longe.

Quando Clapton fez o pedido de uma 512 Boxer Berlinetta, inspirada na versão da Ferrari 458 Italia, a empresa e a casa de designs Pininfaria a fizeram com muita alegria. O que eles construíram no final era uma verdadeira máquina chamada de SP12 EC com um valor de U$S 4.7 milhões.

Ferrari Eric Clapton
O carro contém o “coração” de um 458, um V8 que consome4.5 litrosproduzindo 562 cavalos a incríveis 9.000 rpm. Em um ponto, Clapton queria um V12 – como o 512 – mas foi persuadido que o 458 seria mais prático e flexível, além de ser mais barato e fácil de ser montado.

Quando a Revista da Ferraria perguntou se Clapton havia gostado do processo, ele disse que foi a coisa mais satisfatória que já fez. “Nunca vai existir algo como isso outra vez. Esse sou eu ouvindo a Fangio e Ascari. Está tudo ali,” disse Clapton.

Sua primeira experiência com uma Ferrari foi quando George Harrison chegou em sua casa dirigindo uma Ferrari 1969 365 GTC. Clapton disse “é a coisa mais bonita que eu já vi.”

Ferrari Eric Clapton
Ele é dono de três BB desde então, onde uma foi danificada em um acidente que Clapton disse que era sua culpa. Ele disse que a integridade do design da 512 pode ter salvo sua vida. Clapton disse que o carro não vai ser só uma amostra de beleza: mas sim que também será guiado (como todos seus carros).

“Por mais que seja uma coisa de outro mundo, magnífica, ainda sim tem que ser usada corretamente. É como andar a cavalo,” Clapton disse a Revista da Ferrari. “Em algum momento você tem que estabelecer as relações. A verdade é que podem começar a aparecer alguns amassados com o tempo… vai acontecer. E eu estou bem com isso.”

Publicidade

Publicidade

Compartilhe:

Curta-nos:


Leia também