21:46

As 7 piores vilãs das novelas da Rede Globo

As mulheres da Rede Globo estão com tudo em cima quando o assunto é maldade. Veja as 7 piores vilãs das novelas da Rede Globo.

As mulheres da Rede Globo estão com tudo em cima quando o assunto é maldade. É inegável que as vilãs tem cada vez mais roubado as cenas das mocinhas, conquistando vários fãs por todo o país. Claro, existem aquelas que, em contraponto com a força das protagonistas, acabam se tornando odiadas até mesmo na vida real. Mas creio que esta seja a idéia: convencer ao público que elas são verdadeiramente más.

Publicidade

7) Bárbara – Da Cor do Pecado (Giovanna Antonelli)



Bárbara - Giovanna Antonelli
Uma mulher ardilosa, noiva de Paco Lambertini (Reynaldo Gianecchini) e queria a todo custo a herança do avô dele. Para isso, ficou grávida de seu amante e disse para o avô de Paco que seu filho era neto legítimo. O que ela não sabia era que, neto legítimo mesmo, era o filho de Preta (Taís Araújo). A partir de então, Bárbara passa a ser o maior pesadelo de Preta e a fazer as piores maldades para convencer ao avô de Paco que Preta era uma impostora. (A novela fechou com média de 42.4).

6) Sílvia – Duas Caras (Alinne Moraes)



Sílvia – Alinne Moraes
Aí está uma verdadeira psicopata! Esta personagem certamente marcou a vida da atriz. Sua personalidade (da Silvia, não da Alinne) se revelou na cena em que Marconi Ferraço (Dalton Vigh) assumia para a noiva que sua riqueza era proveniente de estelionato. “Uma pessoa como você é imbatível”, foi a frase que ela usou e surpreendeu a todos os telespectadores. O que ela não sabia era que a mulher na qual ele enganou nunca tinha desistido de encontrá-lo para tomar tudo o que era seu de volta. E com o reencontro, reascendeu o amor verdadeiro entre ambos. Daí desencadeou-se a psicopatia e a demência de Silvia. (A novela fechou com média de 40.9 ).

5) Cristina – Alma Gêmea (Flávia Alessandra)



Cristina - Flávia Alessandra
A personagem foi marcada por sua extrema obsessão e ambição por tudo o que pertencia a sua prima Luna (Liliana Castro), chegando a forjar um assalto junto ao seu amante, para roubar todas as jóias da prima. Na ocasião, seu amante atirou em Luna, matando-a. E ela então vê o caminho aberto para conquistar Rafael (Eduardo Moscovis) até que surge Serena (Priscila Fantin), a reencarnação de Luna. A partir de então, Cristina passa a fazer da vida do casal um inferno. (A novela fechou com uma média geral 38.7 pontos).

Publicidade

4) Laura Prudente da Costa – Celebridade (Cláudia Abreu)



Laura Prudente da Costa – Cláudia Abreu
A “cachorra” como era chamada pelo seu “michê” na novela, tinha ódio de Maria Clara (Malu Mader) e queria tirar tudo o que lhe pertencia: o prestígio, a riqueza, os amores… Tudo isso porque a música na qual tornou a protagonista rica e famosa foi escrita por sua mãe, e ambas viviam na mais absoluta miséria, embora Maria Clara pensasse que a música tinha sido escrita por seu ex-noivo como uma homenagem. A cena marcante da novela foi quando Laura foi esbofeteada por Maria Clara, a eterna cachorra. (A novela fechou com média de 46 pontos).

3) Odete Roitman – Vale Tudo (Beatriz Segall)



Odete Roitman - Beatriz Segall
Foi considerada a maior vilã da história por mais de vinte anos. Seu assassinato repercutiu no país a famosa pergunta “Quem matou Odete Roitman?”, tornando a telenovela uma das maiores audiências da TV. A maldade da vilã estava em suas chantagens e artimanhas para afastar Ivan (Antônio Fagundes) de Raquel (Regina Duarte), fazendo inclusive com que este fosse preso por corrupção, uma verdadeira vilã. (A novela fechou com média de 56 pontos)

2) Nazaré Tedesco – Senhora do Destino (Renata Sorrah)



Nazaré Tedesco - Renata Sorrah
“Eu sou boa pra dedéu”. Essa foi uma das frases que marcou a personagem da atriz na novela Senhora do Destino. Na trama, Nazaré era uma prostituta que viu na filha de Maria do Carmo (Suzana Vieira) a possibilidade de sair do bordel, sequestrando-a e inventando para José Carlos (Tarcísio Meira) que esta era sua filha. Sem dúvida seu maior papel, na TV brasileira a eterna Nazah. (A novela fechou com uma média geral 50,4 pontos).

1) Flora – A Favorita (Patrícia Pillar)



Flora – Patrícia Pillar
Os distúrbios de Flora começaram desde a infância, quando seu pai resolveu adotar Donatela (Cláudia Raia). Vários sentimentos confusos envolveram seu personagem: ao mesmo tempo em que queria ser melhor que Donatela em tudo e a tinha como uma grande rival, também sentia uma grande obsessão, um amor inexplicável. Sua grande frustração na fase adulta foi porque Donatela desfez a dupla sertaneja que ambas cantavam, Faísca e Espoleta, sentindo-se rejeitada, solitária e humilhada. E a partir daí começou a perseguir a protagonista, fazendo-a ser presa por seus crimes, passando a imagem de boa Samaritana e conquistando a todos até sugar cada gota de tudo o que pertencia a Donatela, sendo a atriz antagonista mais premiada da TV brasileira. (A novela fechou com média de 40 pontos).

Publicidade

Compartilhe:

Curta-nos: