0:37

7 grandes performances no MTV Unplugged

Ao longo dos anos, o MTV Unplugged recebeu grandes nomes da música. Reunimos 7 performances da famosa série em que lendas cantavam em versão acústica.

Ao longo dos anos em que foi gravado, o MTV Unplugged recebeu grandes nomes da música. Com isso, muitas boas execuções de músicas foram presenciadas, reunimos neste artigo 7 grandes performances no saudoso MTV Unplugged.

Publicidade

7. Maxwell – “This Woman’s Work” (1997)



Uma questão controversa é: Seria o cover de “This Woman’s Work” de Maxwell melhor que o original de Kate Bush? Bush escreveu a música para o filme Ela Vai Ter um Bebê (1988) do diretor John Hughes e estrelado por Kevin Bacon e Lady Grantham. Ela disse em uma entrevista em 1989 que a letra é de uma perspectiva masculina: “A letra explora a tristeza e culpa de um homem que foi pai recentemente, que tem que crescer a partir deste ponto”. Maxwell cantou a música pela primeira vez em seu Unplugged, e então essa canção se tornaria parte inseparável de seu trabalho, até mesmo fazendo com que ele regravasse a música oficialmente em 2001, em seu álbum “Now“.

6. Shakira – “¿Dónde Están los Ladrones?” (2000)



Antes de lançar seu primeiro álbum (Laundry Service) nos Estados Unidos, que teria o hit “Wherever, Whenever“, Shakira performou em um Unplugged totalmente em espanhol no Grand Ballroom, em Nova York. Esse Unplugged não venceria somente um Grammy por Melhor Álbum Pop Latino, mas também se tornaria sucesso absoluto em aulas de espanhol nas escolas.

5. KISS – “Beth” (1995)



Sempre foi estranho ver o baterista Peter Criss cantar sua balada de desculpas “Beth” com toda aquela maquiagem do KISS, por isso, quando os rapazes se reuniram para o Unplugged em 1995, a doce canção finalmente parecia menos surreal. Ou pelo menos não dava ao espectador a impressão de estar assistindo um palhaço triste.

4. Hole – “He Hit Me (and It Felt Like a Kiss)” (1995)



Podemos concordar que o Unplugged do Nirvana é de longe o mais famoso de todos, certo? Mas um ano depois da morte de Kurt Cobain, sua viúva, Courtney Love, teve seu próprio Unplugged. Hole performou um cover da música “You Know You’re Right” do Nirvana, mudando a letra para “I don’t want to love again“, um bizarro cover de “Hungry Like the Wolf“, do Duran Duran, e também um bom cover de “He Hit Me (and It Felt Like a Kiss)” dos Crystals.

Publicidade

3. Jay-Z featuring Pharrell, “I Just Wanna Love U (Give It 2 Me)” (2001)

jay-z-mtv-unplugged
O Unplugged de Jay-Z teve o grupo The Roots performando “Big Pimpin’” com uma flauta e violão. Além disso, Mary J. Blige apareceu para cantar “Can’t Knock the Hustle“, enquanto Pharrell ajudou Jay-Z fechar o show com “I Just Wanna Love U (Give It 2 Me)”.

2. Lauryn Hill – “I Gotta Find Peace of Mind” (2001)



O Unplugged de Lauryn Hill é muitas vezes deixado fora de qualquer listas de top dez porque ela corajosamente decidiu não cantar nenhuma música de seu álbum de estreia “The Miseducation of Lauryn Hill“. Ao invés disso, escolheu performar uma série de canções populares, que foi uma decisão corajosa para uma jovem artista que foi fiel ao formato Unplugged.

1. Eric Clapton – “Nobody Knows You When You’re Down and Out” (1992)



Uma lista do Unplugged sem Eric Clapton seria uma ofensa. Seu álbum Unplugged ganhou seis Grammys (incluindo Gravação do Ano), inspirou milhões de pessoas com “Tears in Heaven” e “My Father’s Eyes“, além de sua versão de “Layla” da banda Derek and the Dominos. Mas o ápice da performance foi quando Clapton cantou “Nobody Knows You When You’re Down and Out” de Bessie Smith.

Menções honrosas



Como nossa lista teve como prioridade ótimas performances que nunca tiveram o devido reconhecimento, deixamos de fora alguns sucessos que todos estão cansados de ouvir. Essa lista inclui: “Where Did You Sleep Last Night?” do Nirvana, “Porch” do Pearl Jam, “Mama Say Knock You Out” de LL Cool J, “Silent All These Years” de Tori Amos, “Long May You Run” de Eric Clapton, o cover de Mariah Carey de “I’ll Be There” dos Jackson 5, “Let the Mystery Be” dos 10,000 Maniacs e David Byrne, fechando com “Nutshell” do Alice in Chains. Tem mais alguma sugestão? Deixe seu comentário.

Publicidade

Compartilhe:

Curta-nos:


Leia também