18:05

Colugo: O mamífero planador

Conheça o colugo, um mamífero arborícola escalador que é capaz de planar graças a uma membrana que possui.

Por muito tempo, os colugos eram facilmente relacionados aos lêmures, porém, agora os cientistas os classificam como parentes precoces dos primatas.

Colugo
Os colugos são extremamente tímidos, e vivem nas florestas tropicais do sudeste da Ásia. Eles têm aproximadamente o tamanho do gambá, vivem no alto das árvores, agarrando-se firmemente à casca da mesma durante todo o dia. A pele do colugo o ajuda a se misturar com a casca da árvore, em um efeito camuflagem, tornando-o invisível aos olhos de predadores durante o dia. Eles chegam a ter de 35 a 40 cm de comprimento e a pesar 1 ou 2 kg.

Colugo
Quando quer, o colugo pode planar, ele abre uma espécie de membrana que têm entre as pernas e se solta da árvore onde se encontra, assim planando até outras árvores. A membrana que ele possui, funciona entre a parte da escápula e as pernas traseiras, bem semelhante ao esquilo voador. Porém, a membrana do colugo é bem mais extensa que a de qualquer outro animal com essa capacidade, até mesmo que a de morcegos.

Colugo
O colugo é um animal primitivo, praticamente inalterado desde os dias em que pequenos mamíferos andavam ao lado de Tiranossauros desenfreados. Muito se sabe sobre a vida noturna dos colugos, embora tenham sido observados comendo folhas e frutos, por isso, são considerados herbívoros, às vezes, onívoros.

Colugo
Embora os colugos tenham placenta, eles criam os bebês como todos os marsupiais, porém, sem qualquer bolsa. Os bebês colugos nascem bem pequenos e indefesos, por isso, ficam na barriga da mãe por até seis meses, até que eles estejam desenvolvidos o suficiente para viver por conta própria.

Colugo
Apesar de serem coloquialmente conhecidos como “lêmures voadores”, os colugos não tem nada em comum com os nossos amiguinhos peludos de Madagascar. A teoria que se sustenta, é que todos os colugos, musaranhos e primatas, divergiram quase ao mesmo tempo, a partir de um ancestral em comum. Esta divisão evolutiva viria a acontecer cerca de 86 milhões de anos atrás, no Cretáceo Superior.

Colugo
Os principais predadores dos colugos são as águias, mas, hoje em dia, sua principal ameaça é a caça para comércio e a destruição de seu habitat natural. A população local, sem muitas opções financeiras, caçam o colugo por sua carne. Apesar de ser ilegal caça-lo, essas leis têm pouco peso na floresta tropical.

A destruição de seu habitat é a maior preocupação. As florestas tropicais do sudeste da Ásia estão ameaçadas por todos os lados, a partir de diferentes formas de invasão humana. O comércio do óleo de palma por exemplo, é uma ameaça para o colugo, que sem seu habitat não conseguiria sobreviver, pois não se adaptaria a outras condições ambientais.

Publicidade

Publicidade

Vídeos







Publicidade

Compartilhe:

Curta-nos:


Leia também