11:45

Os terraços de arroz de Banaue

Um dos lugares mais misteriosos e cheios de história em todo o mundo, os terraços de arroz possuem grande nível cultural.

Os terraços de arroz de Banaue possuem 2000 anos de idade e foram esculpidos nas montanhas de Ifugao, nas Filipinas por ancestrais dos povos indígenas. Os terraços de arroz são frequentemente referidos como a “Oitava Maravilha do Mundo” pelos Filipinos. É comum pensar que os terraços foram construídos com uma quantidade mínima de equipamentos, e com muita mão de obra.

Os terraços estão localizados a aproximadamente1500 metrosacima do nível do mar e cobrem10.360 quilômetrosquadrados de morros e montanhas. Os terraços são sustentados por um sistema ancião de irrigação de florestas tropicais acima deles. É dito que se os degraus dos terraços fossem postos de ponta a ponta, iria englobar metade do planeta.

Os terraços de Banaue fazem parte dos terraços de arroz da Cordilheira das Filipinas, onde se encontra vastas estruturas anciãs criadas pelo homem de 2000 a 6000 anos de idade. Eles são encontrados nas províncias de Kalinga, Apayao, Benguet, Província da Montanha e Ifugao e fazem parte do site UNESCO World Heritage.

Terraços de arroz de Banaue
Moradores locais até hoje ainda plantam arroz e vegetais nos terraços, porém mais e mais jovens da tribo Ifugao não acham a agricultura atraente, optando também pela lucrativa indústria hospitalar gerada pelos terraços de arroz. O resultado disso é a erosão gradual dos “degraus” característicos, cujo necessita de constante reconstrução e atenção. Em 2010 um problema mais sério aconteceu, com os terraços secando completamente em Março desse ano.

Os terraços de arroz de Banaue não tem nenhuma data marcada de quando foi concebida na história, e as pendências históricas envolvendo a China antes da Dinastia Shang são disputáveis. Entretanto, estudos históricos e evidências tem ligado os terraços a tribo Miao que vivia na China. O Emperador Yu iniciou uma saga para eliminar a tribo Miao que se foram rebeldes contra eles de 2005 a 2106 A.C.. Os sobreviventes da tribo Miao fugiram para o sul onde alguns deles cruzaram o Mar do Sul da China e postularam que um grupo desses sobreviventes alcançaram as Cordilheiras.

Terraços de arroz de Banaue
A tribo Miao cujo foi um dos grupos oficiais minoritários reconhecidos na China, onde costumava viver em regiões montanhosas frias e úmidas, fazendo com que a Cordilheira das Montanhas se tornasse uma fácil transição do que eles estavam acostumados a passar na região sudoeste da China. Costumes chineses são claramente vistos nos nativos da Northern Luzon. Similarmente, os rituais e tradições dos Igorots e Ifugaos também mostram uma semelhança significante à cultura Miao.

Os Miaos também são conhecidos por cultivarem arrozais e essa inovação foi trazida as Cordilheiras, junto com a influência da Dinastia Tang as trocas também foram adaptadas, por frutas como laranjas, vegetais, utensílios, cerâmica e artesanatos. Os terraços de arroz de Banaue se prevaleceram com a interação dos Miaos com as culturas étnicas das Cordilheiras antes da aparição da Aquisição Espanhola. Essa mistura de duas culturas trouxe uma nova identidade em um ambiente diferente que nos liga aos primeiros registros na história sobre os terraços.

Publicidade

Publicidade

Compartilhe:

Curta-nos:


Leia também