0:09

Os 16 melhores vilões dos games

Um vilão bem pensado pode tornar um jogo ótimo principalmente porque quando se trata do mundo dos games, os vilões são tão importantes quanto os heróis.

O sucesso de um jogo também depende bastante do antagonista pelo fato de que um vilão bem construído dá uma dinâmica maior ao jogo e o torna mais importante. No mundo dos games, alguns vilões podem ser tão importantes quanto os protagonistas dos jogos. Pensando nisso reunimos em uma lista os 16 melhores vilões dos games.

Publicidade

16. Handsome Jack (Borderlands 2)


Handsome Jack é o principal antagonista de Borderlands 2. Ele é implacável, inteligente, egoísta e um pouco encantador de certa forma. Na verdade, quando se trata de bravatas egomaníacos, Handsome Jack é incomparável. Ele praticamente tem um pouco de tudo que você poderia querer em um vilão.

15. Mother Brain (Metroid)


Ela pode parecer apenas um cérebro aleatório em um recipiente, mas esse cérebro tem o poder de controlar hordas e hordas de piratas espaciais. Além disso, ela tem a capacidade de se transformar em uma criatura bípede munida de olhos lasers.

14. Coringa (Batman: Arkham)


O Coringa é um dos melhores vilões de todos os tempos e quando a Rocksteady o trouxe para o mundo dos games, ele imediatamente se tornou um dos melhores vilões dos videogames. A imprevisibilidade e a insanidade do Coringa escondem perfeitamente sua inteligência. É isso que o torna um antagonista tão grande e terrível.

13. Senador Steven Armstrong (Metal Gear Rising: Revengeance)


Para um jogo tão bom quanto Metal Gear Rising: Revengeance, é natural que o chefe final seja tão bom quanto, se não melhor que o próprio jogo. O Senador Steven Armstrong é basicamente a personificação da América. Ele é tão americano quanto Chuck Norris e seus motivos não fazem sentido absoluto.

12. Scott Shelby (Heavy Rain)


É difícil encontrar um personagem mais perturbado e instável do que Scott Shelby. Um evento trágico na infância de Scott onde seu pai não conseguiu salvar seu irmão de se afogar, molda lentamente Scott ao longo dos anos. Infelizmente incapaz de seguir em frente ele começa a sequestrar pessoas e dá a seus familiares a chance de salvá-las, bem como seu pai com seu irmão.

11. Psycho Mantis (Metal Gear Solid)


Se você já jogou contra Psycho Mantis, você concordará que ele provavelmente é um dos vilões mais memoráveis nos videogames. Além de usa aparência, o que o torna tão memorável é a sua camuflagem óptica, poderes psíquicos e a capacidade de quebrar a quarta parede, lendo seus pensamentos.

10. Dormin (Shadow of the Colossus)


Uma palavra que descreve muito bem Dormin é marioneteiro. Através do disfarce de um deus benevolente, Dormin promete reviver a garota Mono caso Wander derrote os 16 colossos que selam seu poder. Ele não só engana Wander, como pega seu corpo para um “test drive”.

9. Shodan (System Shock)


Shodan é uma inteligência artificial que odeia humanos. No jogo você a criou, ela está presente em toda a estação espacial na qual você está e, além disso, ela criou entidades parasitas que mataram seus companheiros e quer que você seja o próximo.

Publicidade

8. Illusive Man (Mass Effect)


Talvez no fim das contas o Illusive Man não seja bom nem mal. Ele apenas queria garantir que a humanidade permanecesse no topo das raças da galáxia. No entanto, depois que os ceifadores foram capazes de entrar em seu cérebro, ele perdeu o controle e acabou sendo inconscientemente orientado para a destruição de cada raça viva.

7. Albert Wesker (Resident Evil)


Conhecido por sua força, mente danificada e óculos de sol incríveis, Welker é um cara que precisa ser parado. Para isso, ele terá que ser atingido por dois foguetes e explodido por um vulcão.

6. Vaas Montenegro (Far Cry)


O personagem é bem parecido com o Coringa em sua habilidade de mudar rapidamente sua personalidade para outra. Por exemplo, em determinado momento ele vai conversar brincando, mesmo tentando se relacionar com o protagonista, um segundo depois ele torna um mercenário de sangue frio.

5. Andrew Ryan


Andrew Ryan é o visionário por trás da Rapture. Com sua genialidade ele conseguiu fazer o que parecia impossível, construir uma metrópole debaixo d’água. Embora sua metrópole tenha sido um fracasso, você não pode culpá-lo por querer respeito. No entanto, você pode culpá-lo pelas milhares de vidas que ele destruiu com seu experimento. A arrogância de Ryan provou ser sua queda, mas ele conseguiu se tornar um dos melhores vilões de todos os tempos.

4. Sephiroth (Final Fantasy VII)


O sujeito tem células alienígenas fundidas dentro do seu corpo e invocou um meteoro para destruir o planeta. Nós sabemos que ele é o resultado de um experimento louco da ciência e super poderoso.

3. Bowser (Super Mario)


Essa tartaruga com espinhos que atira fogo é obcecada por sequestrar princesas no Reino dos Cogumelos. No entanto, se não fosse ele o lugar seria chato e o único lugar onde Mario estaria em ação seria debaixo de uma pia.

2. GLaDOS (Portal)


Ela é o super computador sociopata que todos adoram. Seu jeito passivo e ao mesmo tempo agressivo a fazem diferente de todos. Ao contrário de muitos outros vilões egoístas, GlaDOS sabe quando é a hora de jogar a toalha.

1. Kefka Palazzo (Final Fantasy VI)


Provavelmente o melhor vilão da franquia Final Fantasy, Kefka tem apenas o equilíbrio certo de insanidade, raiva e terror. Sua insaciável sede de poder o levou a envenenar o abastecimento de água de uma cidade, matando centenas no processo, destruindo o mundo e depois torturando os sobreviventes. Ele é facilmente o vilão mais sádico de toda a história dos games.

Publicidade

Compartilhe:

Curta-nos:


Leia também