22:33

Os 10 filmes mais confusos de todos os tempos

Ocasionalmente, precisamos de um filme que vá além de efeitos especiais e explosões. Confira quais são os 10 filmes mais confusos de todos os tempos.

Ninguém ama filmes de verão mais do que nós. Ocasionalmente, precisamos de um filme com substância mais que algo cheio de efeitos especiais e explosões. Intelectualmente falando, é a diferença entre pipoca fresca e aquilo que sai de um saco de micro-ondas, sabe?

Mas, alguns filmes complicados nos deixa com perguntas, “Que isso que eu acabei de assistir?” Em outras palavras, só porque um filme é repleto de camadas de significados, não é garantia que de fato fará sentido. Nesse espírito, confira os 10 mais confusos filmes de todo o tempo abaixo.

Publicidade

‘2001: Uma Odisseia no Espaço’

2001 Uma Odisseia no Espaço
Hoje, o grande filme de Stanley Kubrick adaptado da novela de Arthur C. Clarke, é largamente visto como um clássico. Mas seus visuais viajantes, cenas longas sem diálogo e o ritmo glacialmente lento o torna impenetrável para alguns.

E não vamos esquecer o fim do filme, onde o astronauta Dave Bowman choca com um caleidoscópio psicodélico de cores e então é transformado em um gigante bebê viajante no espaço conhecido como “Star Child.”

‘Donnie Darko’

Donnie Darko
Olha, nós amamos ‘Donnie Darko‘ tão quanto o hipster barista com uma tatuagem Frank the Bunny no seu café local, mas você pode praticamente precisar de uma graduação em física teórica para entender o significado desse cult.

Com sorte, uma versão do diretor foi lançada em 2004 que faz o enredo sinuoso, viajante do tempo, um pouco mais fácil para seguir. Mas, ainda estamos um pouco confusos pelo final uma década depois.

‘Amnésia (Memento)’

Amnésia (Memento) - Guy Pearce
Dada a acessibilidade dos filmes do Batman de Christopher Nolan, é difícil acreditar que ele também é responsável pelo coça-cabeça ‘Memento’, que estrelou Guy Pearce, Joe Pantoliano e Carrie-Anne Moss.


O filme conta a história de Leonard Shelby enquanto ele tenta caçar um dos homens que estuprou e assassinou sua esposa. O problema é, Shelby sofre de uma forma de amnésia que o impede de guardar memória recente. Isso é um enredo muito bom, com certeza, mas definitivamente não é algo que nos leva a uma clara narrativa. Para piorar as coisas, a história é contada fora da ordem cronológica.

Felizmente para os fãs, o filme foi lançado em DVD com uma habilidade escondida para exibir as sequências em ordem. Apesar disso, sendo honesto, isso não nos ajuda muito.

‘Eraserhead’

Eraserhead
David Lynch é o pai dos filmes esquisitos e estranhos e seu primeiro longa-metragem, Eraserhead, não é exceção. É a história mais surreal de um homem chamado Henry Spencer enquanto ele cuida de seu mutante, reptiliano filho. Isso também inclui uma galinha, e uma mulher estranha com bochechas inchadas que vive num radiador.

Apesar de Lynch insistir em não explicar o filme, poderia ter uma metáfora para o medo de ser pai ou simplesmente um sonho ruim. Ou não.

‘End of Evangelion’

End of Evangelion
Quando ‘Neon Genesis Evangelion‘ foi ao ar na TV Japonesa de 1995-1996, foi elogiada pelos críticos e fãs por seu estilo visual único e história atraente nas quais crianças usavam mecas para batalhar monstros conhecidos como “Anjos”. Ainda assim, quase todo mundo concordava que não fazia muito sentido.

Então, quando o criador Hideaki Anno lançou uma versão expandida dos últimos episódios em 1997 como um filme chamado ‘End of Evangelion‘, os fãs tinham altas esperanças de alguma claridade tão necessária. Sem precisar falar nada, eles ficaram desapontados.

Nas cenas finais do filme, o protagonista Shinji fica completamente insano e toda a humanidade se dissolve em uma sopa primordial. Então, Shinji e seu amigo piloto Asuka de alguma forma emergem do oceano de gosma humana e tentam se aniquilar como uma forma de confirmar sua própria individualidade.

Publicidade

‘Primer’

Primer
Há um burburinho sério sobre o recém lançado segundo filme ‘Upstream Color,’ de Shane Carruth, mas ele começou sua carreira com Primer em 2004, um filme com uma inescrutável baixo custo sobre dois cientistas que construíram uma máquina do tempo.

Dizer que Primer – que foi feito com uma quantia de apenas 7 mil dólares – é complicado seria uma afirmação grande. De fato, é tão cheio de detalhes que mútiplas assistidas são praticamente necessárias. Quase 10 anos de sua estreia, sites estão só agora descobrindo seu significado. Se você planeja assistir Primer, você precisa ler muito antes.

‘As Aventuras de Pi’

As Aventuras de Pi
Como a maioria dos filmes de Darren Aronofsky, As Aventuras de Pi é tão complicado que é garantido que fará sua cabeça explodir. Envolve um matemático chamado Max Cohen que se torna incrivelmente obcecado com a noção que tudo na natureza pode ser entendido com números. Cohen também sofre de paranoia, alucinações e desordem de ansiedade social.

Nada, aliás, pode te preparar para o fim desse filme, que envolve uma cirurgia caseira com uma furadeira. Veja esse filme e você provavelmente sentirá que fez uma lobotomia a si próprio.

‘The Matrix Revolutions’

Matrix Revolutions
Depois de um incrível primeiro filme, quase todo mundo concorda que a trilogia Matrix perdeu força no final. Mas o terceiro filme – Matrix Revolutions – também se qualifica como o mais confuso.

Em particular, o fim do filme é um quebra cabeças. Neo morre depois da batalha com Agente Smith? Ou ele se torna um com a Matrix? A guerra da humanidade com as máquinas finalmente acabou? E de que o Arquiteto e o Oráculo estão conversando sobre na cena final? Muitas questões e poucas respostas.

‘A Árvore da Vida (The Tree of Life)’

A Árvore da Vida
Em um nível A Árvore da Vida é uma história direta do clã O’Brien em 1950 no Texas. Mas as coisas então começam a ficar confusas – a história da família é intercalada com cenas aleatórias descrevendo nada mais nada menos que a criação do universo, a origem da vida e a destruição da Terra depois que o sol se torna supernova.

Então há a conclusão do filme, que apresenta uma visão da morte e ressurreição em um slow-motion parecido com um sonho. Nós temos certeza que há um filme coerente aqui em algum lugar, mas não encontramos ainda. Fique na mente que até o chefe da River Road Entertainment Bill Pohlad, que financiou o filme, uma vez o descreveu como “louco.” Não diga que não avisamos.

‘Cidade dos Sonhos (Mulholland Drive)’

Mulholland Drive, Cidade dos Sonhos
Junto com ‘Eraserhead‘ e ‘Veludo Azul (Blue Velvet),’ Cidade dos Sonhos é um dos filmes mais criticamente aclamados de David Lynch. Mas essa história de uma aspirante atriz que vira amiga de uma amnésica escondida no apartamento de sua tia é nada fácil de acompanhar.

De fato, é não linear, desarticulado, repleto de sequências não relacionadas e totalmente aberto a interpretações. (O final em particular tem sido matéria de muito debate.) E como você pode esperar, Lynch não explica o que isso tudo significa. Se alguém entender o que acontece com a figura horripilante atrás de Winkie, Diner, por favor nos conte.

Publicidade

Compartilhe:

Curta-nos:


Leia também